Para celebrar o Dia 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura e Dia Nacional da Denúncia Contra o Racismo, a Prefeitura Municipal, por meio da Superintendência de Esporte, Cultura e Juventude, realizou a 66ª Festa do Negro de Codó. Nas primeiras horas da manhã o Tambor de Crioula já ecoava no espaço folclórico do Centro Operário Codoense. Pela manhã o prefeito Nagib, o superintendente de Cultura, Augusto Serra, secretários de governo, e vereadores estiveram com o público na abertura das atividades, que aconteceu no Centro Operário.

Um dia inteiro dedicado a reflexão e a celebração da abolição da escravatura no Brasil foi dedicado ao público, com atividades esportivas e culturais. De acordo com o superintendente municipal de cultura, Augusto Serra, o objetivo da promoção da tradicional festa é valorizar a cultura negra, a diversidade étnico racial e conhecer mais as raízes afro da sociedade codoense. “Todos os anos promovemos esta grande festa do poder público, os grupos de militância e a sociedade, que faz parte do calendário cultural de Codó. neste dia celebramos a abolição e passamos a mensagem positiva da diversidade por meio das danças, brincadeiras, músicas”, explicou.

A tarde foram realizadas as atividades esportivas, como corrida de saco, corrida com ovo na colher, corrida ciclística, corrida rústica amadora e a tradicional subida ao pau de sebo. Para o prefeito Nagib, que relembrou o tempo de criança quando participava das atividades no Centro Operário, a celebração do 13 de maio jamais deve ser esquecida e sempre valorizada. “Esta r aqui no Centro Operário Codoense é voltar no tempo de menino, quando eu era estudante e participava junto com meu pai e com a escola das festividades do 13 de maio. Essa identificação também me faz lutar cada vez mais para preservar essa tradição”, comentou o prefeito.

O gestor também deixou sua mensagem a toda comunidade negra de Codó. “Nosso município é uma cidade majoritariamente composta pela população de etnia negra, cujos valores, costumes e tradições estão ligados a nossa história e cultura. Além disso, possuímos uma extensa zona rural com importantes comunidades quilombolas. Essa forte cultura afro descendente nos torna mais ricos e essa diversidade demográfica mais fortes. Parabéns a todos por este dia de celebração da liberdade e da conscientização da diversidade de nosso povo”, finalizou o prefeito.

Ascom – PMC

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.