Roberta Carvalho, coordenadora do Educar pra Valer no Maranhão.

O Prefeito de Codó, Francisco Nagib e o Secretário Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Buzar, receberam o convite da Fundação Lemann para integrar um programa piloto no Brasil denominado “Programa Educar pra Valer”. O programa objetiva atingir, até 2020, um total de 50 municípios brasileiros que desejam investir em gestão pública educacional de qualidade.
A coordenação do programa está a cargo de profissionais que participaram diretamente da experiência bem-sucedida do município de Sobral/CE, que atualmente tem o melhor IDEB no ensino fundamental entre todas as redes municipais do Brasil. Enquanto a média nacional é 6,3, em Sobral a nota é 8,8 em 2015. Além disso, a cidade vem alcançando sucesso om o Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC).
O Secretário Municipal de Educação de Codó e sua equipe técnica receberam no mês passado a visita do ex-prefeito de Sobral, José Clodoveu de Arruda Coelho Neto (Veveu Neto), que é o Coordenador Geral do programa e, da Coordenadora Executiva, Márcia Campos que, na oportunidade, apresentaram a metodologia que levou ao sucesso o município cearense e ouviram os anseios dos dirigentes educacionais de nosso município. Veveu Neto é professor da área do Direito e atua também como pesquisador convidado pela Fundação Leman, para atuar na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, tendo como objeto de pesquisa a gestão pública.
O Programa Educar pra Valer assume a responsabilidade de prestar gratuitamente assessoria ao município que aceitar participar da iniciativa e tem como missão prestar cooperação técnica aos municípios participantes para apoiá-los em boas práticas de gestão. “Não estamos vendendo, estamos compartilhando experiências”, destacou Veveu Neto, enfatizando que o trabalho se baseia em três eixos: fortalecimento da gestão escolar, fortalecimento do processo pedagógico e valorização do magistério, sendo uma das propostas o estabelecimento de metas e gratificação para os profissionais que alcançá-las.
O que o programa espera:
– Consolidar o aprendizado da alfabetização até os6 anos de idade;
– Eliminar o abandono escolar;
– Elevar o percentual de alunos no nível adequado de Língua Portuguesa e Matemática de acordo com o parâmetro da Prova Brasil;
– Superação das metas do IDEB previstas pelo Ministério da Educação.
Ressaltamos aqui que o Educar pra Valer fortalecerá as ações do Sistema de Avaliação da Educação do Município, o SAEM, permitindo ao município ir além das informações da Provinha Brasil e IDEB na avaliação de desempenho dos estudantes codoenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.