No último mês de maio do corrente ano fora anunciado nas mídias locais que o Governo Municipal através de sua Secretaria de Meio Ambiente ,Finanças e Planejamento em Parceria com outras secretarias municipais estaria elaborando um estudo de viabilidade técnico ,econômico, social e ambiental sobre a situação atual do lixão municipal de Codó e o direcionamento que a administração adotaria para solucionar este problema tão discutido a nível de Brasil e que ainda tem dado dores de cabeça aos gestores nos últimos anos.

Em entrevista com Ivaldo José (Secretario Municipal) o mesmo afirmou que Codó estaria ali terminando um ciclo de discussões que claro serviram de subsídios técnicos e teóricos para que este estudo ao seu comando pudesse não só fornecer dados necessários ao apontamento da solução mais adequada a nossa realidade ,bem como oportunizar a população em especifico a do bairro Codó Novo (Local onde localiza se o vazadouro municipal) a participar, ouvindo e interagindo com o poder publico municipal (Executivo e Legislativo) em audiência publica a ser devidamente marcada para que tenhamos uma decisão tomada em conjunto na mesma medida em todos são participes diretos na produção desses resíduos ,também serão pecas fundamentais na tomada de decisão da melhor solução para esse grande problema que muito nos tem trazido prejuízos de  saúde ,social e ambiental.

Conforme prometido, na tarde de ontem 27 de dezembro de 2018 a equipe técnica responsável pela elaboração do estudo de viabilidade apresentou ao Prefeito Francisco Nagib o referido estudo que indicará a tecnologia satisfatória para que o município possa resolver tal problemática,   bem como ,fazer aproveitamento energético e não deixando de lado o social ,voltado é claro as famílias que sobre vivem dom lixão na coleta de materiais recicláveis para o comercio e ainda atender um pedido do Ministério Público, somado a um preocupação constante do poder executivo em relação a presença de crianças naquele local inapropriado.

Em 2019 será um ano de execuções diversas de projetos do executivo entre eles a resolução dessa problemática que nos afligi tanto no período chuvoso com aumento de doenças de veiculação hídrica e no período de estiagem com a fumaça gerada pela queima de material combustível no lixão.

No mais , estamos em busca diuturnamente do bem estar da população codoense que merece nossa total atenção, dentro dos limites que vivemos no atual cenário nacional temos sempre mostrado nossa preocupação  e da responder a altura as necessidades da nossa comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.