Nesta quarta-feira (10) tiveram início as ações do movimento MeninasOcupam na cidade de Codó. O evento de abertura  aconteceu na sede da Associação Comercial de Codó e contou com a presença do secretário de governo, João dos Plásticos, representando o prefeito Francisco Nagib, do vice-prefeito Ricardo Torres, do Coordenador Municipal da Juventude, Valdeci Junior, do vereador Pastor Max e a direção da Plan Codó.

No Maranhão, as iniciativas serão realizadas em Codó, Timbiras, Peritoró e São Luís. Em Codó, as meninas participarão de diversas ações durante o mês, ocupando espaços públicos em câmaras de vereadores e nas conferências livres das meninas de Codó e de Caxias. As ações têm por objetivo a promoção da igualdade de gênero e no empoderamento das futuras mulheres, levando as jovens a ocuparem por algumas horas cargos de liderança em instituições públicas e privadas, mostrando que a liderança também é um lugar para as meninas.

No dia 11 de outubro, Dia Internacional da Menina, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2011, o movimento marcará presença no Maranhão e também nos estados de São Paulo, Bahia e Piauí, além da capital federal, Brasília. “MeninasOcupam é uma ação global da Plan International. Uma oportunidade para ampliar o poder das meninas e também mostrar o compromisso das empresas, instituições e governos em apoiar a igualdade para as meninas”, explicou o vereador Pastor Max.

O #MeninasOcupam é uma iniciativa poderosa. Traz em si a possibilidade de mostrar à sociedade toda a potência das meninas. Ocupando o lugar de pessoas responsáveis por liderança e tomada de decisão, elas usam essa oportunidade para tornar visíveis as barreiras que as meninas enfrentam para acessar seus direitos e conseguem engajar mais pessoas na construção de um mundo melhor, com igualdade de oportunidades um mundo em que elas desenvolvam inteiramente seus potenciais”, diz Cynthia Betti, diretora da Plan International Brasil.

Desde que #MeninasOcupam começou no Brasil em 2016, muitas jovens levantaram suas vozes a favor do que acreditam e estão mostrando que podem ser líderes e protagonistas de uma mudança que leve a um mundo mais justo e sustentável. No dia 11 de outubro, Dia Internacional da Menina, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2011, o movimento marcará presença no Maranhão e também nos estados de São Paulo, Bahia e Piauí, além da capital federal, Brasília.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.